21 de setembro de 2011

Histórico

A idéia de se criar um organismo representativo da classe armazenadora oficial, surgiu em 1984, durante o 1º  ENCAO – Encontro Centro-Sul de Companhias Armazenadoras Oficiais  realizado em Curitiba- Pr., sob a coordenação da COPASA, hoje CODAPAR, pela inexistência até então de uma estrutura legal representativa da classe.

Fundada em 22 de outubro de 1985, em Belo Horizonte, durante o II ENCAO, a ABCAO – Associação Brasileira de Companhias Armazenadoras Oficiais nascia com a finalidade básica de representar e defender os interesses e direitos das empresas oficiais de armazenagem, tanto no âmbito técnico, quanto social e econômico. Atendendo apelos dos armazenadores particulares e até de empresas  ligadas ao setor, a entidade, que apenas congregava empresas oficiais de armazenagem,  passou posteriormente a denominar-se Associação Brasileira de Armazenagem- ABCAO  e a possibilitar  o ingresso de entidades ligadas à iniciativa privada.

Entre as finalidades da ABCAO constam: reunir, auscultar, representar e defender os interesses e direitos de suas associadas, no terreno técnico, social, econômico, além de promover o intercâmbio de conhecimentos com a realização de debates, conferências, reuniões, cursos e congressos. É seu papel também incrementar o relacionamento com as demais instituições do gênero, contribuir  para o aperfeiçoamento da legislação atinente, propugnar pela solução dos problemas econômicos, sociais e técnico-científicos das associadas, bem como colaborar com os poderes públicos e entidades privadas no âmbito regional, nacional e internacional, como órgão técnico e consultivo, no estudo de assuntos e soluções de problemas que se relacionem com seus objetivos.

Com mais de 25(vinte e cinco) anos de existência , a ABCAO sempre se preocupou com as questões da armazenagem e logística,  tendo inclusive o reconhecimento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, com a inclusão da entidade nas Câmaras Setoriais ligados à área.

A estrutura da ABCAO é composta por uma Diretoria Executiva, tendo o Presidente e  1 (um) Vice-Presidente,  Diretor Técnico e Diretores Estaduais. Há também um Conselho Fiscal composto por 3 (três) membros efetivos e 3 (três) suplentes, bem como um Conselho Técnico  composto por 1 (um) membro efetivo e 1 (um) suplente indicados por cada uma das associadas.

 A DIREÇÃO